Durante o mês de dezembro, o Grupo Mauá aplicou a Pesquisa de Clima 2018. O estudo, conduzido pela equipe de Recursos Humanos, é realizado a cada dois anos com o objetivo de ouvir os colaboradores sobre pontos fundamentais dentro da organização. Nesta edição, 740 profissionais dos três macroprocessos – operação, manutenção e administração – responderam ao questionário.

Os indicadores avaliados são: identidade, satisfação e motivação, aprendizado e desenvolvimento, liderança e comparação evolutiva, que entrou nesta versão da pesquisa e tem como papel entender o quanto a empresa melhorou ao longo dos anos na percepção dos colaboradores, além de coletar também o grau de satisfação em relação a outras organizações.

“A pesquisa nos oferece um retrato da empresa. A partir dessa imagem, a gente desenvolve uma série de ações para aprimorar os pontos que apresentam oportunidades de melhoria”, explica Carla Mendes, gerente de RH.

A média dos indicadores resulta no IQAT (Índice de Qualidade no Ambiente de Trabalho), que representa o nível geral de satisfação da empresa. Com a ousada meta de 80% para a edição 2018 da pesquisa, alcançamos 77%. Mas quando observados separadamente, os fatores apresentam a seguinte composição:

Confira algumas ações que surgiram das Pesquisas de Clima