O número de motoristas do Grupo Mauá sem ocorrência de trânsito é o maior dos últimos cinco anos. Pulou de 72, em 2015, para 152, em 2019. A média de acidentes por milhão de quilômetros percorrido apresenta trajetória de queda, com redução de 59,28 para 46,66 nos últimos cinco anos. Os dois indicadores apontam uma realidade sobre a operação da empresa: as viagens estão cada vez mais seguras.

Para celebrar a marca, foi realizado, na Semana do Trânsito, um evento em homenagem aos condutores que não tiveram ocorrência de trânsito nos últimos doze meses. “É uma forma de reconhecer e valorizar os profissionais que se esforçam para entregar a melhor atuação ao volante. Nossa meta para 2019 é encerrar o ano com média de acidente por milhão de km inferior a 46,97”, explica Flávio Giantomaso, gerente operacional.

“Toda vez que inicio meu dia de trabalho, a cada viagem, procuro me concentrar. Busco evitar qualquer tipo de ocorrência. Não me vejo fazendo outra coisa, o que eu gosto de fazer é dirigir, transportar pessoas”, declara o motorista Ernane Alberto da Costa.

Giantomaso comenta ainda que é um desafio alcançar um número crescente de motoristas com zero acidente. “A gente tem uma realidade bastante complexa quando o assunto é condições de trânsito. Além disso, o piso do corredor rodoviário, muitas vezes em péssimo estado de conservação, é um elemento que merece mais atenção das autoridades”, diz. O gestor acrescenta também que as ocorrências são em sua maioria sem gravidade e sem vítimas.

Participante pelo segundo ano consecutivo, o profissional Marcelo José de Araújo ressalta que programas como esse incentivam a participação dos outros condutores. “A gente sai daqui feliz, motivado a melhorar cada vez mais para participar no ano que vem de novo. E a melhor maneira de garantir segurança ao volante é se colocar no lugar do outro”, comenta.

Viagem Segura – O Grupo Mauá tem preocupação constante com a formação e desenvolvimento dos motoristas. Atualmente, a empresa realiza o programa Viagem Segura, que atrai cerca de 90% dos condutores para apresentações e rodas de conversa que envolvem a rotina ao volante o tema deste ano é “cuidar de si, cuidar do outro, cuidar da vida”.

“A gente tem um calendário que prioriza a formação dos novos condutores e garante que os profissionais com mais tempo de casa passem por reciclagens periodicamente”, explica Karine Hage, responsável pelos processos de aprendizagem e desenvolvimento.